<$BlogRSDUrl$>

2003/07/15

Metallica...and anger for all 

Logo que a rodela do cd do novo album dos Metallica começa a rodar apercebemo-nos que há algo de diferente no som do quarteto de São Francisco. A principio estranha-se, continua-se a estranhar, mas algumas audições consegue-se sentir a intensidade e o peso deste novo album.

Era inevitável que após a recepção menos positiva dos dois últimos albuns de originais (Load e Reload), o interregno de cinco anos que separam estes dois do novo St Anger, e a saída do baixista Jason Newsted, houvessem novidades no som e na postura da banda. E efectivamente as há. Estes novos Metallica estão mais agressivos, e acima de tudo com uma sonoridade rejuvenescida relativamente aos albuns anteriores.
É claro que o som continua a ser Metallica, sendo impossivel não reconhecer os breaks de Lars na bateria, bem como as vocalizações tipicas do James Hetfield. No entanto o som está mais metálico, com uma agressividade mais moderna...mais thrashy.






A bateria está com uma velocidade como já não se ouvia desde o tempo do Master of Puppets; a voz está mais feroz; e a guitarra ritmo assume uma importancia primordial não deixando lugar a quaisquer solos. É verdade...Kirk Hammett não faz um único solo ao logo de todo o album, o que tenta mostrar uma nova postura e actualidade face ao som da banda.
O baixo está no entanto praticamente ausente. São raras as vezes que o baixo se realça do resto da banda, não havendo também lugar a qualquer entrada potentosa em alguma faixa.
Frantic (com um refrão altamente contagioso Frantic tick tick tick tick tock), Dirty Window e St Anger são algumas das malhas mais pesadas de todo o album. Invisible Kid tem uma melodia e um feeling dos melhores dos últimos tempos.
Baladas? Nem uma...

A duração do álbum peca no entanto por excesso. Parece que desde o album Metallica têm sempre de encher todos os albuns até ao último minuto disponível, dando assim na nossa opinião umas quantas cornetadas a mais!
O “package” do album está bastante bem apresentado, onde os destaques vão para o dvd com o album tocado na totalidade em estúdio (já com Rob Trujillo no baixo), bem como a inclusão de uma password de acesso a conteudos exclusivos no site www.metallicavault.com. [bnd_icon_color]





This page is powered by Blogger. Isn't yours?